Veja minha participação no Jornal da Gazeta

August 18, 2017 |

Televisão

Mais de 10 mil litros de água jorram sobre o palco do Teatro Santander, no Shopping JK. É para dar o clima certo para a versão teatral de Cantando na Chuva, o célebre musical do cinema, de 1952. Cláudia Raia e Jarbas Homem de Mello vivem dois astros do cinema mudo que são aniquilados pelo surgimento do audio. E Bruna Guerin faz o papel que foi de Debbie Reynolds no famoso filme.
E o clássico texto do suíço Friedrich Dürrenmatt, “A Visita da Velha Senhora” chega hoje ao Teatro do SESI, na Fiesp, sob a direção de Luiz Villaça. A montagem inédita traz Denise Fraga, Tuca Andrada, Ary França e grande elenco. Em cena, a fragilidade dos valores morais e da noção de justiça diante do poder do dinheiro. O espetáculo tem entrada gratuita.
A Semana de Arte, iniciativa dos galeristas Luisa Strina e Thiago Gomide, do curador Ricardo Sardenberg e do produtor cultural Emílio Kalil, ocupa vários endereços da cidade, até domingo. A feira de arte reune 35 galerias brasileiras e estrangeiras no Hotel Unique. O evento tem ainda show de Maria Bethânia e uma leitura dramática da peça “Trate-me Leão”, que consagrou o grupo Asdrúbal Trouxe o Trombone, há 40 anos.
A aguardada unidade do Sesc 24 de Maio será inaugurada neste fim de semana no centro, no prédio que foi da loja Mesbla. O projeto de reestruturação é de Paulo Mendes da Rocha. Tem teatro, biblioteca, área de exposição, e uma imensa piscina no topo do edifício. A programação de inauguração, neste sábado e domingo, tem Fernanda Montenegro lendo textos de Nelson Rodrigues, e o Balé da Cidade de São Paulo.
Ainda nas artes, a mostra de pinturas e desenhos de Rafael Galvez, figurativo paulista do século 20, na Galeria Almeida e Dale. As obras foram doadas pelo colecionador Orandi Momesso. E sua venda reverterá para o Médicos sem Fronteiras. E do dia 24 ao 27, realiza-se, no JK Iguatemi, mais uma edição da SPArte/Foto. Aproveitem Boa Noite.






Veja minha participação no Jornal da Gazeta

August 11, 2017 |

Televisão

O grande mago do teatro e da ópera, o diretor americano Robert Wilson, que tem uma longa ligação de trabalho com o Brasil, expõe a partir de amanhã, na galeria Luisa Strina, desenhos de cena, que podem ou não ter sido utilizados em montagens. São idéias, inspiradas ou que acabaram inspirando algum projeto. Podem ser esquetes para mobiliário cenográfico ou sugerir posições de atores no palco. São cerca de 40 deles, em branco e preto, sobre papel. Bob Wilson apresenta também videoretratos. O que se vê no monitor parece fotografia. Mas um olhar atento percebe uma linguagem teatral altamente desenvolvida.
A Pinakotheke, galeria de Max Perlingeiro, também abre amanhã uma mostra de esculturas, desenhos e maquetes de Franz Weissman. O escultor faleceu em 2005 e deixou uma obra fortemente alinhada com a arte construtiva brasileira, sobretudo o movimento neo-concreto, do qual foi um dos fundadores. Na mostra estão cerca de 80 trabalhos.
A Dan Galeria abriu mostra de fotos de Christian Cravo feitas em sete países da África. Nas 25 obras, nenhuma figura humana ou rastro étnico. Apenas paisagens e animais, em enfoques e cortes surpreendentes. Cravo lança também um livro com o conteúdo da mostra.
Toninho Horta faz show dia 15, no Bourbon Street, para lançar um songbook com 108 partituras e diagramas para violão e piano. Reune suas mais significativas composições, com ricas harmonias. E claro, informações sobre vida e carreira do músico mineiro. A obra é aguardada no universo musical no Brasil e exterior.
E o clássico Boca de Ouro, de Nelson Rodrigues, na visão criativa de Gabriel Villela, estréia hoje no Tucarena. Malvino Salvador interpreta o temido bicheiro que ostentava uma dentadura de ouro. Ainda no elenco, Mel Lisboa, Cláudio Fontana e Lavinia Pannunzio. Villela transformou a tragédia num musical, com canções do repertório de Dalva de Oliveira.
Outro clássico de Nelson Rodrigues, O Beijo no Asfalto, ganha montagem de rua com direção de Pedro Granato, a partir de amanhã e até 3 de setembro, só aos sábados e domingos ao entardecer, na Praça Roosevelt. O público ocupará as escadas. Os papéis principais são interpretados por Fhelipe Chrisostomo, Gabriela Fontana, Maria Eduarda Machado e Roberto Garcia. Aproveitem! Boa Noite.