Câmara dos Vereadores de São Paulo homenageia o arquiteto Jorge Wilheim

Ponto de Vista

Jorge Wilheim_crédito Romulo Fialdini_1C_baixa O título de cidadão paulistano in memorian será entregue à familia Wilheim, em sessão solene. Foto: Romulo Fialdini/Divulgação

Um ano após a morte de Jorge Wilheim, a Câmara dos Vereadores de São Paulo homenageia um dos maiores arquitetos e urbanistas brasileiros com o título de cidadão paulistano in memorian, a ser entregue pelo vereador Nabil Bonduki à família Wilheim, no dia 10 de março, terça-feira. A sessão solene acontece no Salão Nobre da Câmara Municipal de São Paulo, às 20h, e será precedida por um debate sobre a vida e obra de Jorge Wilheim, que terá início às 18h, no mesmo local, e contará com a participação da arquiteta Rosa Kliass, do urbanista Ivan Maglio, da socióloga Laura Tetti, da historiadora de arte e curadora Maria Alice Milliet e do jornalista Julio Moreno. A mesa será coordenada por Nabil Bonduki e Ana Maria Wilheim, filha de Jorge Wilheim. Após o debate, a família receberá a homenagem e lançará oficialmente o website dedicado ao legado do urbanista (www.jorgewilheim.com.br). A iniciativa agrega uma extensa pesquisa, em andamento, sobre projetos, obras, conceitos, publicações e vida pública de Jorge Wilheim ao longo dos seus 60 anos de carreira. Além disso, conta com uma seção especial “Pensamentos de Jorge Wilheim” que será dedicada ao debate em torno de suas contribuições como arquiteto, urbanista e gestor público. A seção terá a colaboração de amigos, parceiros de trabalho, acadêmicos e familiares, em forma de artigos, entrevistas e depoimentos. Segundo Ana Maria Wilheim, porta-voz da família, “Este espaço é para manter o diálogo com sua obra e pensamento. Jorge estava recriando este site e concebeu o blog para poder dialogar com as novas gerações. Na sua ausência, colocamos este espaço à disposição dos mestres que queiram trabalhar sobre a sua obra com seus alunos, aos colegas de profissão que queiram debater sobre arquitetura e urbanismo, aos amigos e colegas que militaram junto com ele por cidades mais humanas, justas e solidárias.”