Veja minha participação no Jornal da Gazeta

August 22, 2014 |

Televisão

A cidade recebe esta semana duas importantes feiras de arte: a SPArte/Foto e o Salão de Arte, em seus tradicionais endereços: a primeira no Shopping JK, e a segunda no clube Hebraica. Ambos na Marginal do Pinheiros, na altura da Ponte Cidade Jardim. A entrada da feira é gratuita, e a do Salão é benemerente. A SPArte/Foto reúne 29 galerias brasileiras e mais o Instituto Moreira Salles, que destaca o trabalho da suíça Hildegard Rosenthal, pioneira do fotojornalismo no Brasil. As galerias mostram obras de fotógrafos e de artistas que usam a foto como suporte. A foto ainda é uma maneira acessível de começar uma coleção, embora algumas alcancem preços absurdos.
O Salão de Arte, em sua 21a edição, reflete a crise do antiquariado, com o bandeamento do mercado para o estilo contemporâneo. Com isso, um salão que começou exclusivamente com antiquários, agora tem galerias de arte em sua maioria. É uma pena. Esta opção, por parte de compradores e decoradores, denota insegurança e ignorância. No Salão, destaque para um cenário teatral criado por Lasar Segall. Só até domingo.
A cidade recebe também duas estreias de dança. A São Paulo Companhia de Dança mostra duas novas coreografias, hoje, amanhã e domingo no Teatro Alfa. Uma delas, é o Espectro da Rosa, de Mario Galizzi a partir do original de Fokine; e Workwithinwork, de William Forsythe. O programa se completa com Petite Mort, de Jiří Kylián. A outra estreia traz a São Paulo o bailarino Ismael Ivo, que vive há anos na Europa, onde dança, dirige e ensina. Ele chega com Erendira, baseada em Garcia Marquez, já mostrada em Viena. No palco, 29 bailarinos, sendo 15 brasileiros, e a atriz Cleide Queiroz, que interpreta a despótica avó. Sábado e domingo, no Sesc Pinheiros.
Boa noite.