Veja minha participação no Jornal da Gazeta

July 28, 2017 |

Televisão

O multitalentoso pernambucano Antonio Nóbrega presta uma homenagem ao legado de seu conterrâneo Luiz Gonzaga, no espetáculo “Lua”, que apresenta amanhã à noite, na Casa Natura Musical, em Pinheiros. O artista leva ao palco releituras de canções pouco conhecidas e clássicos do rei do baião, como “Acauã”, “Que nem Jiló”, “Siri Jogando Bola”, “Juazeiro” e “Asa Branca”. Em “Lua”, Gonzaga é reverenciado como grande compositor e intérprete nordestino, divulgador de gêneros musicais como xote, xaxado, chamego e baião, mas sobretudo como um dos pilares da música brasileira.
A atriz Marília Moreira estrela o monólogo “Além da Imagem”, no Sesc Ipiranga. Em cena, Marília contrapõe a figura sexy de Marilyn Monroe no cinema, com sua personalidade ingênua e sonhadora, fora das telas. Com isso tenta ressaltar as angustias do mito. Citações feitas por Marilyn são inseridas ao lado de trechos da peça “A Gaivota”, um dos clássicos do dramaturgo russo Anton Tchekhov, que o escreveu como uma comédia, mas que é considerado por muitos como um drama existencial.
Outro russo, o poeta e escritor Maiakóvski é o inspirador do espetáculo A Plenos Pulmões, que também estréia hoje, no Centro Cultural Banco do Brasil. Maiakóvski, um dos mais importantes autores do século 20, foi um dos que antecipou a revolução russa, que comemora seu centenário este ano. Já em 1912 ele participou de uma revolução estética e anárquica, que lançaria o futurismo russo. Marcia Abujamra fez o roteiro e direção. No palco, Luciano Chirolli faz o poeta, e Georgette Fadel, ora é uma sua leitora contemporânea, ora é narradora, ora interpreta as diversas mulheres da vida de Maiakovski.
E no Museu Afro Brasil, no Ibirapuera, abre no dia 3 de agosto a exposição Barroco Ardente e Sincrético, Luso-Afro-Brasileiro. A curadoria é de Emanuel Araujo, diretor do museu. Com peças dos séculos 18 e 19 escolhidas em coleções públicas e privadas, além do próprio acervo, Araujo quer ressaltar as variações do barroco europeu e brasileiro, com ênfase no aspecto miscigenação. Boa Noite.