Veja minha participação no Jornal da Gazeta

July 11, 2014 |

Televisão

Nas próximas duas semanas, São Paulo ganha nada menos que dois teatros novos, de tamanho hoje considerado médio e versátil, para plateias entre 600 e 800 pessoas, com palcos e todo o equipamento de última geração para atender a qualquer tipo de espetáculo cênico.
O primeiro que abre é o Theatro Net São Paulo, no quinto andar do Shopping Vila Olimpia. O equivalente do Rio já é um consumado sucesso. Ambos são resultado da parceria da empresa Net com a Brainstorm Entretenimento, de Juliana e Frederico Reder. O teatro paulista tem cerca de 3 mil metros quadrados, e uma decoração vintage, de tijolinho aparente e vidros bisotados, com lanterninhas e pipoqueiros. O show de abertura, para convidados, no dia 16, é o Gilbertos Samba, com Gilberto Gil recriando sucessos de João Gilberto. Gil fica em cartaz até o dia 20, domingo. Depois dele, a programação até o fim de setembro mantém o mesmo nível: de Elba Ramalho e Geraldo Azevedo a Zelia Duncam e Zeca Baleiro. Mais a remontagem do Grande Circo Místico, de Chico Buarque e Edu Lobo. Nada mal, não?
O outro teatro nasce do lado oposto da cidade, na Barra Funda, Zona Oeste. Trata-se do Teatro J.Safra, que terá curadoria de Mauricio Machado e Eduardo Figueiredo, do manhas& manias de eventos. Ao contrário do outro, este teatro quer ter um ar bem contemporâneo. A estreia, dia 24, é com o monólogo Paixões, escrito por Betty Millan para Nathalia Timberg, com direção de Wolf Maia. A atriz fica em cartaz até o domingo 27. Em agosto, quem ocupa o grande palco é Gal Costa, com seu show Voz e Violão. Na sequência, em setembro, Angela Maria e Cauby Peixoto. Melhor, impossível. Dois teatros novos, um com Gil outro com Gal? Que presentão, heim?
Boa noite.