Veja minha participação no Jornal da Gazeta

July 8, 2016 |

Televisão

O Itaú Cultural abre amanhã a Ocupação Glauco. Depois de exposições sobre o trabalho de Angeli e Laerte, a série se dedica à vida e obra do desenhista Glauco Vilas Boas – criador de personagens como Geraldão, Casal Neuras e Dona Marta, fechando, assim, uma trilogia. A mostra coloca em evidência o processo criativo e a crítica social, política e de costumes feita pelo artista em mais de 200 obras. São esboços, tirinhas inacabadas e Histórias em Quadrinhos. Há ainda destaque para Glauco o líder espiritual, última etapa de sua vida. Em 1993, ele fundou a igreja daimista Céu de Maria, em Osasco, onde também vivia. Ao lado da mulher, Beatriz, conduzia trabalhos do Santo Daime. Glauco foi assassinado em sua casa, em março de 2010, junto com o filho Raoni. Não tinha completado 53 anos.
O Theatro Municipal retoma sua temporada lírica com Lady Macbeth do Distrito de Mtsensk. A ópera de Shostakovich terá recitas de 12 a 17 de julho. Maestro, diretor, cenários, figurinos e elenco vêm do Teatro Helikon, de Moscou. Ópera em quatro atos, cujo título faz referência à tragédia de Shakespeare, estreou em 1934 na então Leningrado. Inspirada na novela homônima de Nikolai Lescov, de 1865, ela narra a história de uma jovem que tem uma relação extra conjugal. Cenas dramáticas, com assassinatos culminam na prisão do casal de amantes. Conta-se que, um ano depois da estréia, a ópera já tinha sido montada cerca de 180 vezes pelo mundo a fora. O governo de Stalin tirou a ópera de cena, alegando imoralidade. Ficou proibida por 3 décadas.
E o Centro Cultural dos Correios está apresentando a mostra Poteiro por Inteiro, pequena retrospectiva da obra de Antonio Poteiro baseada no acervo da Fundação dirigida por seu filho Américo. São 35 obras entre cerâmicas, pinturas e gravuras, produzidas entre 1960 e 2010, ano de sua morte. Português de nascimento, ele foi um artista naif que conquistou lugar na Bienal, no MAM e em várias mostras internacionais.
Boa Noite.