Veja minha participação no Jornal da Gazeta

May 1, 2015 |

Televisão

Para o feriadão que começou hoje, a dica para quem ficou em São Paulo é visitar a Pinacoteca e a Estação Pinacoteca, que têm, além dos acervos, novas exposições importantes. Uma delas apresenta doze obras inéditas de José Resende, sendo que oito delas foram concebidas levando em conta a arquitetura da Pinacoteca, um prédio de Ramos de Azevedo com retrofit de Paulo Mendes da Rocha. Resende, que chega este ano aos 70, é um dos mais importantes artistas brasileiros que saíram dos anos 60/70. Nas décadas de 80 e 90 fez todo o circuito das grandes Bienais internacionais mais a Dokumenta de Kassel. Esteve na nossa Bienal várias vezes. Suas obras costumam ser monumentais, com materiais encontrados na arqueologia urbana, como vergalhões de aço, madeira e pedras.
As famosas listras do irlandês Sean Scully tomaram conta do primeiro andar da Pinacoteca. A retrospectiva, inédita no Brasil, abrange os últimos 40 anos, com 46 trabalhos em tela ou madeira, um amplo recorte que
permite observar as variações do processo criativo deste pintor abstrato, apontado como um dos mais importantes dessa geração. Suas obras são grandes. A maior tem 4 metros, e o projetou internacionalmente nos anos 90.
Também está na Pinacoteca a intervenção “Gota a Gota”, de Nazareth Pacheco. A instalação apresenta 2 mil gotas de bronze, em diferentes formatos, no elevador principal do museu.
Na Estação Pinacoteca, bem perto, dá para ir a pé, está a retrospectiva da obra de Nelson Félix. Com curadoria de Rodrigo Naves, a mostra apresenta um panorama da produção múltipla do artista carioca, reunindo obras feitas nos últimos 30 anos. São desenhos, esculturas, instalações, fotografias e vídeos e a instalação inédita “Eu Vi a América com os Olhos d’ele”. Os dois museus ficam no bairro da Luz, ao lado das estações da Luz e Julio Prestes. Aproveitem.
Boa Noite.