Veja minha participação no Jornal da Gazeta

December 5, 2014 |

Televisão

A Estação Pinacoteca está abrindo agora uma grande mostra da artista britânico-palestina Mona Hatoum, um dos grandes nomes da arte contemporânea mundial. É a primeira individual da artista num museu da América Latina. A mostra ocupa três grandes salas, e apresenta uma visão de seu percurso artístico, sempre focado no político e no social, desde suas primeiras experiências com performances, nos anos 80, até uma vídeo instalação inédita, feita a partir de uma pesquisa iniciada em São Paulo, quando esteve aqui, em 2010. Entre os destaques, o famoso vídeo Measures os Distance, de 1988, a escultura Paravent, de 2008 e a instalação Sonhando Acordado, deste ano. A artista veio para a abertura da mostra, que fica em cartaz até março.
Amanhã, o Itaú Cultural, na Avenida Paulista, abre a mostra EntreVista, da fotógrafa carioca Claudia Jaguaribe. Na abertura, será lançado o livro de mesmo nome. Cláudia de novo se debruça sobre São Paulo, ampliando a última experiência, que mostrava a cidade do alto e de longe. Agora ela entra em ambientes familiares, de diferentes extratos sociais, para mostrar o que eles vêm, seja olhando para dentro, seja olhando por suas janelas. Ao todo são mais de 50 obras, incluindo panorâmicas, backlights e projeções sobre fotos estáticas, que dão a impressão de movimento. Uma reflexão sobre a metrópole e suas discrepâncias. A curadoria é de Agnaldo Farias. Em cartaz até 11 de janeiro.
O autor Robson Phoenix compilou alguns contos de Caio Fernando Abreu e fez a dramaturgia de Animais de Hábitos Noturnos, que estreia hoje no Espaço Parlapatões, na Praça Roosevelt. A montagem é baseada em trechos de Dama da Noite, Os Sapatinhos Vermelhos e Além do ponto. No elenco, André Fusko, Einat Falbel, Rodrigo Caetano e Wanessa Morgado. A direção também é de Robson Phoenix. Boa Noite.