Veja minha participação no Jornal da Gazeta

August 11, 2017 |

Televisão

O grande mago do teatro e da ópera, o diretor americano Robert Wilson, que tem uma longa ligação de trabalho com o Brasil, expõe a partir de amanhã, na galeria Luisa Strina, desenhos de cena, que podem ou não ter sido utilizados em montagens. São idéias, inspiradas ou que acabaram inspirando algum projeto. Podem ser esquetes para mobiliário cenográfico ou sugerir posições de atores no palco. São cerca de 40 deles, em branco e preto, sobre papel. Bob Wilson apresenta também videoretratos. O que se vê no monitor parece fotografia. Mas um olhar atento percebe uma linguagem teatral altamente desenvolvida.
A Pinakotheke, galeria de Max Perlingeiro, também abre amanhã uma mostra de esculturas, desenhos e maquetes de Franz Weissman. O escultor faleceu em 2005 e deixou uma obra fortemente alinhada com a arte construtiva brasileira, sobretudo o movimento neo-concreto, do qual foi um dos fundadores. Na mostra estão cerca de 80 trabalhos.
A Dan Galeria abriu mostra de fotos de Christian Cravo feitas em sete países da África. Nas 25 obras, nenhuma figura humana ou rastro étnico. Apenas paisagens e animais, em enfoques e cortes surpreendentes. Cravo lança também um livro com o conteúdo da mostra.
Toninho Horta faz show dia 15, no Bourbon Street, para lançar um songbook com 108 partituras e diagramas para violão e piano. Reune suas mais significativas composições, com ricas harmonias. E claro, informações sobre vida e carreira do músico mineiro. A obra é aguardada no universo musical no Brasil e exterior.
E o clássico Boca de Ouro, de Nelson Rodrigues, na visão criativa de Gabriel Villela, estréia hoje no Tucarena. Malvino Salvador interpreta o temido bicheiro que ostentava uma dentadura de ouro. Ainda no elenco, Mel Lisboa, Cláudio Fontana e Lavinia Pannunzio. Villela transformou a tragédia num musical, com canções do repertório de Dalva de Oliveira.
Outro clássico de Nelson Rodrigues, O Beijo no Asfalto, ganha montagem de rua com direção de Pedro Granato, a partir de amanhã e até 3 de setembro, só aos sábados e domingos ao entardecer, na Praça Roosevelt. O público ocupará as escadas. Os papéis principais são interpretados por Fhelipe Chrisostomo, Gabriela Fontana, Maria Eduarda Machado e Roberto Garcia. Aproveitem! Boa Noite.