Veja minha participação no Jornal da Gazeta

October 3, 2014 |

Televisão

Grandes produções de teatro animam os palcos paulistas. Suely Franco e Umberto Magnani trazem para a cena um sucesso das telas argentinas: Elza e Fred – O Amor não tem idade. Pra quem não lembra, Fred vai morar no apartamento ao lado de Elza. Ela, uma veterana animada acaba incendiando a vida do quieto e hipocondríaco viúvo, fazendo-o renascer, mostrando que o amor faz o tempo correr ao contrário. Direção de Elias Andreato. Com Mayara Magri e grande elenco, no belo texto de Marcos Carnevale, com tradução de Rodrigo Paz. A estreia é hoje no Teatro Folha, no Shopping Higienópolis. Temporada até 21 de dezembro.
Outra estreia de hoje é Querida Mamãe, no Teatro J Safra, na Barra Funda. Uma remontagem do texto de Maria Adelaide Amaral, muito premiado em 1994, com Eliane Giardini e Eva Wilma. Agora quem faz os papéis de mãe e filha são Stella Freitas e Cassia Linhares, com direção de Susana Garcia e Herson Capri. A trama enfoca conflitos e sentimentos na relação mãe e filha.
Essa delicada relação também é o mote do espetáculo “Bem-vindo, Estranho”, que traz Regina Duarte ao Theatro NET São Paulo, só até 12 de outubro. A Peça é baseada no texto inédito “Be Mine”, da britânica Angela Clerkin. A direção é de Murilo Pasta.
E amanhã estreia no Mube, no Jardim Europa, a peça “As lágrimas quentes de amor que só meu secador sabe enxugar”, uma parceria dramatúrgica entre Pedro Granato e Paula Cohen. Ela sozinha no palco, dirigida por ele, faz uma mulher recém separada em busca de uma identidade. Até 26 de outubro. Aproveitem. Boa noite.