Veja minha participação no Jornal da Gazeta

September 26, 2014 |

Televisão

As Kindertotenlieder de Mahler estão no programa desta semana da Osesp, na Sala São Paulo. O título quer dizer Canções sobre a Morte das Crianças. O compositor se inspirou em cinco das centenas de poemas que o romântico alemão Friedrich Rúckert escreveu depois de ver os dois filhos pequenos morrerem vítimas da escarlatina. A beleza desta música é pungente. Vai do sofrimento, à ilusão de uma ressurreição, à resignação. Quem interpreta as canções é a contralto francesa Natalie Stutzmann, substituindo Christianne Stotjin, que cancelou. O programa é completado por uma peça de Aaron Copland, e pela menos tocada das sinfonias de Beethoven, a de número 4. A regência é do maestro holandês Lawrence Renes. Nathalie Stutzmann fica por aqui mais uma semana, já que estava agendada para ser a solista da apresentação da majestosa e imensa Sinfonia número 3 de Mahler, pela Osesp, com regência de Marin Alsop, entre os dias 2 e 4, sempre na Sala São Paulo.
Mais de dois mil trabalhos do cartunista Laerte estão expostos no Itaú Cultural, na Avenida Paulista. A mostra, que segue até novembro, apresenta vários momentos do artista: sua produção sindicalista dos anos 80, personagens como Piratas do Tietê, Hugo e Overman, além da fase atual, em que Laerte, adepto do cross-dressing, usa roupas e acessórios femininos e debate, em seu trabalho, questões ligadas ao gênero.
Um dos maiores ícones da dança flamenca, a companhia espanhola Antonio Gades volta ao Brasil, desta vez, com o espetáculo “Fuego”. Já passou por Curitiba, Porto Alegre e Rio. Em São Paulo, dança terça e quarta no Teatro Alfa. Na sexta-feira, viaja a Salvador. Concebido em 1989 por Gades e Carlos Saura, “Fuego” é inspirado no Amor Brujo, de Manuel de Falla. E a turnê integra a série de homenagens pelo 10º ano da morte de Gades. Boa Noite.