Veja minha participação no Jornal da Gazeta

December 1, 2017 |

Televisão

A atriz Nathalia Timberg e a pianista Clara Sverner desvendam Chopin para o público paulista. Uma lê cartas de Geroge Sand, a musa de Chopin, e poemas de Musset, Baudelaire, Saint Pol Roux enquanto a outra toca peças do compositor. Com isso, jogam luz sobre cerca de 20 anos da vida produtiva do músico. O espetáculo Chopin ou o Tormento do Ideal tem a direção segura de José Possi Neto, e é apresentado hoje, amanhã e domingo no Teatro Porto Seguro.
O espetáculo Kiwi encerra turnê nacional com temporada no teatro Eva Hertz, aos sábados e domingos. Trata-se da história de uma jovem abandonada pela família, que acaba vivendo na rua experiências de violência e drogas, mas também de persistente esperança. O texto é do premiado franco-canadense Daniel Danis. A tradução e direção são de Luciano Maza, e o elenco tem Rita Batata e Lucas Lentini.
A peça Limonada, de temática gay, estréia segunda-feira no Viga Espaço Cênico. Sem clichês ou estereótipos, o texto de João Hannuch, também o diretor, fala de um rapaz que se aproxima dos 30 anos e revê sua vida romântica através do reencontro com ex-namorados. A montagem é minimalista. Como uma história em quadrinhos, os personagens são avatares, às vezes pouco realistas, conforme imaginados pelo protagonista.
Finalmente, a Osesp tem agenda cheia neste fim de semana. O maestro Isaac Karabtchevsky rege a orquestra nos concertos de hoje e amanhã com um programa para entusiasmar os amantes da música de Tchaikowsky: O concerto nº 1 para piano e orquestra, com solo do pianista argentino Sergio Tiempo; e depois a sinfonia nº 5 do mesmo autor. No domingo de manhã Karabtchevsky rege a Osesp repetindo a Sinfonia nº 5 de Tchaikosvsky; e a orquestra mais o coro, no Principe Igor de Borodin. No domingo à tarde o quarteto Osesp, acompanhado do jovem pianista brasileiro Cristian Budu, apresenta obras de Schumann e Francisco Mignone. Boa Noite.


Nenhum comentário.

Deixe seu comentário: