Veja minha participação no Jornal da Gazeta

December 11, 2015 |

Televisão

A Pinacoteca do segundo andar do Museu de Arte de São Paulo está desde ontem do jeito que foi concebida. As preciosas peças de seu acervo voltaram a ser expostas como idealizado pela arquiteta Lina Bo Bardi, para a inauguração da atual sede do Masp, em 1967: em cavaletes de cristal sobre bases de concreto. As valiosas pinturas parecem flutuar na grande sala. E, postadas de modo a serem vistas de perto e de longe, em fileiras não simétricas, elas acabam dando a impressão de uma grande instalação contemporânea. A idéia de Lina é brilhante. Mas também confunde um pouco o visitante, que ao observar uma obra tem seu olhar roubado pelas maravilhas que ele divisa mais à frente. De qualquer maneira, fez-se justiça ao vanguardismo da arquiteta, depois de quase 20 anos.
Falando em vanguardismo, O Instituto Wesley Duke Lee e a Galeria Ricardo Camargo aprontam um evento/exposição com a memória e a obra do artista neste sábado. Em endereços contíguos, nos Jardins, o Instituto vai mostrar o cenário de Wesley, com seus móveis, pinceis, tintas, chapéus, gravatas borboletas, fotos antigas, lembranças. Amigos artistas prometem performances para lembrar os anos 60 na pioneira Galeria Rex. Ricardo Camargo, para comemorar os 20 anos de sua galeria, monta uma grande mostra de obras de várias fases deste que pode ser chamado de pai da arte contemporânea brasileira. Wesley faleceu em 2010, infelizmente sem ver que suas obras estão voltando ao mercado, revalorizadas.
Ainda sobre vanguarda, vale destacar a mostra de Amélia Toledo na Galeria Marcelo Guarnieri, também nos Jardins. Amélia acaba de completar 89 anos, ainda pensando sua arte. A exposição revisita esta longa carreira, em que Amélia foi arquiteta, escultora, pintora, fez muita arte pública, trabalhou com pedras, chapas de metais variados, cores, conchas, vidro, areia. Voltou e repensou suas mesmas idéias várias vezes. Tudo o que ela toca vira arte. E toda arte que cria abre uma fresta para o novo. Boa Noite


Nenhum comentário.

Deixe seu comentário: